Arquivos do Blog

Os disparates do Telejornalismo brasileiro- Final

Encerrando este assunto sobre algumas coisas que eu considero difíceis de aceitar no atual cenário do jornalismo da TV, vou falar hoje de um certo Marcão do Povo (que até bem pouco tempo eu nem sabia que existia).

Marcão do Povo é o tal apresentador que chamou a cantora Ludmilla de “Pobre e macaca” durante o DF Alerta. Ele alegou que não se tratava de racismo e sim de uma expressão regional, como se fosse um “não tem onde cair morto”. Depois ele tentou amenizar e disse que ele também era pobre macaco.

Diante da repercussão negativa do ocorrido, o apresentador foi demitido da Record e logo contratado pelo SBT para apresentar o Primeiro Impacto ao lado do menino de ouro de Silvio Santos, o Dudu Camargo.

Em sua estréia, Marcão do Povo já disse a que veio, ao chamar um funcionário da casa de cavalo, diante da demora em passar o VT. Pelo jeito, o Senhor Marcos Paulo Ribeiro de Morais ( seu verdadeiro nome) gosta mesmo de comparar pessoas com animais. Qual será o próximo? Vamos aguardar!

images-84

Os disparates do telejornalismo brasileiro- Parte I

Olá pessoas, como estão? Eu estou muito sumida!!! Mas continuo bem graças a Deus. Vim aqui não para falar de filmes, até mesmo porque tem sido raro assistir algum. O assunto hoje é telejornalismo! Já falei sobre esta questão em outros posts, mas é que a coisa está cada dia me incomodando mais! Faço uma pergunta aos jornalistas de fato (todos aqueles que conseguiram seus diplomas de forma honesta) e também aos futuros jornalistas : O que está acontecendo com o telejornalismo brasileiro?

Eu vou ser muito sincera: não leio jornais impressos! Eu basicamente leio as notícias pela internet e assisto telejornais. No máximo leio o Super Notícia, aqui de BH que custa R$ 0.25 e é bem popular! Assistindo alguns jornais na TV eu fico pensando o que está passando pela cabeça deste povo. Vamos a algumas situações que me chamaram atenção nos últimos meses:

Pedido de demissão- Recentemente a jornalista e âncora do Bom dia Minas, Elisângela Colodeti

virou até meme ao afirmar que pediu demissão da Globo por não aguentar mais acordar cedo, mais precisamente ás 3 da matina para apresentar o jornal. Muitas pessoas criticaram, afirmando que o país está em crise e que a doce Lis não pode se dar ao luxo de dispensar um emprego, ainda mais na poderosa emissora. Eu concordo 100% com a Elisângela! Qualidade de vida em primeiro lugar! Ainda mais em se tratando de uma pessoa que tem um filhinho pequeno em casa. Se não está feliz, pula fora minha filha, é isto aí!

O pedido de demissão da jornalista coloca em discussão a meu ver a necessidade de tantos telejornais, um atrás do outro! Só a Globo tem o Hora 1, depois o Bom dia Minas, depois o Bom dia Brasil, MG TV, Jornal Hoje e depois o Jornal Nacional. Mais trabalho para a classe, você diria. Sim, pode até ser, mais o que me incomoda é a quantidade de notícias fúteis e até mesmo bizarras que são colocadas nestes jornais só para encher linguiça. Tem de tudo: receita de bolo, conversa com psicólogo, dicas de moda e por aí vai.  A Rede Globo ainda não aderiu ao jornalismo catástrofe, estilo Cidade Alerta, Brasil Urgente, entre outros. No dia que isto acontecer é porque a coisa está feia mesmo.

Jornalismo do SBT- Gente, eu acho que o Silvio Santos está caducando. Podem me julgar, eu não ligo. Mas só mesmo a caduquice para justificar ficar a madrugada toda e boa parte da manhã somente com telejornais!!! Agora até melhorou um pouco porque antes eles eram gravados e ficavam simplesmente repetindo as notícias e pior é que a cada bloco, os apresentadores davam bom dia como se o jornal estivesse começando naquele momento! outro disparate foi a contratação do tal dol Dudu Camargo que tem apenas 18 anos e obviamente não possui diploma de jornalista. Reconheço que o garoto melhorou bastante e já não força tanto quanto no início,mas mesmo assim é um absurdo. E pra piorar, ele tem mania de fazer dancinhas e até mesmo subir na mesa durante a apresentação do jornal. Se todas as profissões teoricamente necessitam de diploma para serem exercidas, porque com o jornalismo não é assim? Porque tanta falta de respeito com quem estuda no mínimo quatro anos para assegurar o diploma e muitas vezes não tem sequer uma chance de uma entrevista de emprego na área? E pra deixar a gente mais revoltado, o homem do Baú ainda demite a Joice Ribeiro, esta sim, uma jornalista de fato. Joice eu acredito já estava acostumada aos rompantes de Silvio Santos, já que ela já foi âncora, depois virou garota do tempo (sem ser pejorativa, não tenho nada contras as colegas da Maju), ganhou um jornal aos domingos que fazia um resumo da semana, foi para o Primeiro Impacto ao lago de Karin Bravo, que aliás não foi demitida ( será que Silvio prefere as loiras?) e por último saiu da emissora, perdendo seu lugar para o frangote protegido do dono do SBT.

Estes dois exemplos são apenas o começo de uma série que eu pretendo fazer nos próximo dias ( se minha filha de dois anos deixar,rs).

Espero vocês com seus comentários!!

Beijo!!

%d blogueiros gostam disto: