Olhemos para a senhora Kramer

Olá pessoas! Tudo bem com vocês!

Hoje quero falar novamente sobre um filme que eu já fiz um post há uns três anos atrás: Kramer X Kramer (1979). Quando eu escrevi sobre este filme, eu ainda não era mãe, nem grávida eu estava, na verdade, engravidaria pouco tempo depois e no ano seguinte nasceu minha Helena. Mas não quero falar sobre minha vida de mãe aqui e sim de como minha perspectiva em relação a este filme mudou, após ter tido filho e deixar de trabalhar fora, sito há quase dois anos.

Corri lá no post e fui ver se eu tinha escrito muita m*****. Para minha surpresa, até que eu me saí bem (seria o instinto materno já aflorando?) O fato é que já li algumas críticas sobre filme e até eu mesma tinha esta visão de enaltecer o Sr. Kramer e maldizer a insensível senhora Kramer por abandonar seu filho, seu marido, seu lar perfeito. Hoje porém, entendo perfeitamente esta mulher! Calma gente, eu não vou sair de casa, não vou abandonar minha filha e nem meu marido (embora muitas vezes dê vontade de jogar tudo por alto por alguns segundos!) Naquela época eu não entendia, hoje eu diria pra ela: Vem cá miga, me dá um abraço forte! Tamo junta!!!

Hoje consigo imaginar o tédio vivido por Joanna Kramer após 5 anos dedicados ao filho e aos trabalhos domésticos, tendo sua vida resumida a esperar o marido voltar do trabalho. Fico pensando quantas Jonnas existem neste mundo! Mulheres para quem o mercado de trabalho se fechou após serem mães. mulheres que tiveram que abdicar de suas carreiras pois as empresas não veem com bons olhos mulheres que tem filhos pequenos (mesmo as gerenciadas por outras mulheres, que por vezes se mostram tão ou mais insensíveis com outras mulheres). Muitas são demitidas após voltarem da licença maternidade ou são obrigadas a largarem o emprego pouco tempo depois, pressionadas por uma sociedade que quase 40 anos depois de Kramer X Kramer não entende que a mulher pode ser boa mãe e boa profissional e que cuidar de filho também é obrigação de homem! Mas é engraçado perceber que ainda hoje, achamos lindo o que Ted Kramer faz o colocando no posto de herói!! Mas espere aí: Não é exatamente isto que Joanna fez no últimos 5 anos? Cuidou do pequeno Billy? Mas porque ninguém enaltece isto? Porque ninguém vê isto? Porque ninguém aplaude? A resposta é ao mesmo tempo simples e complexa. Simples porque Joanna Kramer foi se tornando invisível após a maternidade e complexa porque a gente vai se acostumando com esta invisibilidade. É a pouco falada mas muito sentida solidão materna!  É sentir que a vida de todos voltou a normalidade, menos a sua! Na última entrevista de emprego que fiz, lembro que a primeira pergunta foi: Você pretende ter filhos? Tenho certeza de que nem meu marido e nenhum outro homem nunca fiz questionado a respeito disto. O motivo? As empresas acreditam que criar filho é tarefa exclusiva dá mulher e elas não querem uma funcionária de licença e muito menos faltando ao trabalho para cuidar da cria com febre ou saindo mais cedo para amamentarem. Queridas empresas eu só tenho algo a dizer: mulheres engravidam quer vocês queiram, quer não!!!

Assisti uma crítica deste filme no You Tube dias atrás e alguém disse que Joanna havia abandonado o filho, eu rebati dizendo que ela havia o deixado com o pai e isto não é abandonar.  Criticaram também  a atitude do tribunal ao devolver o filho para ela só pelo fato de ela ser mãe! Como assim ser mãe é qualquer coisa? É MUITA COISA gente!!!! E bota coisa nisto!!!

Ontem foi comemorado o Dia Internacional da Mulher e eu fico me perguntando se temos tanto assim a comemorar. Kramer X Kramer continua sendo atual, mas eu convido você a assistir este filme sobre o olhar de Joanna!!! Tenho certeza de que ao final você nunca mais verá este filme da mesma forma.

 

Leia o que eu escrevi sobre o filme em 2014 ((Clique aqui)

 

Anúncios

Sobre Uma Jornalista

Formada em Jornalismo pela PUC Minas em 2011.

Publicado em março 9, 2017, em Uncategorized e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: