Arquivo mensal: maio 2016

Livros de graça na internet

Se você gosta de ler mas anda meio sem grana para comprá-los, aqui vai uma dica que vai te ajudar: um site com vários títulos para você baixar e ler no celular, no tablet, no computador, salvar em PDF e outros formatos, enfim..

O site é Lê LivrosClique aqui

São opções que vão desde administração, direito, literatura infanto juvenil, religião, auto ajuda, entre outros.

 

 

Vale muito  a pena!

download

Anúncios

Sobre as festinhas de aniversário

 

Quando a gente se torna mãe, a tentação de só falar do filho é muito grande,rs!!! Mas eu prometo que não vou inundar este blog com questões maternas. Mas como o blog é sobre filmes, fatos e outras coisas, eu vou escrever sobre festinhas infantis mas sempre com um olhar cinematográfico claro!

Estes dias estava pensando em filmes que mostrassem o assunto e me vieram dois a cabeça: O Pestinha 1 (1990) e Mentes que Brilham (1991). No filme O Pestinha, Júnior é adotado por um casal em que a mulher só pensa em usar o filho como escada para se tornar popular e frequentar as festinhas da sociedade. Quando é convidada para uma festa de aniversário de uma garotinha, ela fica toda empolgada! Júnior, o garoto o pestinha do título é um  garoto problema recém saído de um orfanato. Mas na festinha de aniversário ele quer apenas se divertir. Mas a anfitriã é uma garota mimada e preconceituosa que não deixa que ele participe e fica o tempo todo dizendo que ele é adotado!! Júnior claro, se vinga e apronta todas!!Em Mentes que Brilham, Fred Tate é um garoto  super  dotado e nada popular que tem sua festa de aniversário totalmente ignorada pelos coleguinhas.

Estes dois filmes me fizeram pensar o quanto as festas infantis perderam a razão e principalmente o coração!!! Quando fiz a festinha de um aninho da minha filha, me estressei tanto!! Era tanta coisa totalmente desnecessária para comprar, tanta gente com quem eu não tinha nenhuma intimidade para convidar que no final, o real motivo da comemoração ser perdeu em frustrações e estresse.

Hoje em dia nem o bolo mais é verdadeiro, ele é fake! Não precisa estar gostoso, ele tem que estar bonito para sair na foto!! O velho e bom brigadeiro virou gourmet e agora possui tags em cima para dizer o óbvio, que você está comendo um brigadeiro!! E assim vamos  como a garotinha de O Pestinha, ignorando o que realmente importa. A festa é minha e eu faço o  que quiser, vale tudo por momentos de glória e para mostrar aos outros o quanto eu posso pagar por uma festa!

Uma amiga muito especial a quem eu dedico este post me fez repensar o meu conceito de comemoração. O importante é estar junto de quem se ama, de quem é importante para você!!!! O resto é perda de tempo!

E o filme Mentes que Brilham acaba justamente com uma festa de aniversário, mas desta vez Fred Tate recebe os coleguinhas em sua casa,todo feliz da vida, mostrando que quando se tem afeto, tudo fica perfeito!!!

Já escrevi sobre Mentes que Brilham aqui

Buscando o essencial

 

Olá pessoas. Tudo bem com vocês? (espero que sim!). Sei que estou em dívida com meus zilhões de seguidores (hehe), mas minha aventura materna não me permite passear muito por aqui. Mas não posso abandonar este espaço que foi gerado com muito amor e expectativas.

Vim hoje aqui para falar de um livro bem interessante que comecei a vasculhar esses dias: Essencialismo, a Disciplinada Busca por Menos, de Greg Mackeown. O título me chamou atenção porque na atualidade não há muito espaço para o menos. Tudo tem que ser mais. Consumimos demais, nos expomos demais, queremos sempre mais e mais. Mais dinheiro, mais sucesso, mais coisas para comprar e exibir. O livro de Greg Mackeown me fez  repensar minhas atitudes e  começar a tentarbuscar exatamente o contrário, possuir apenas o que é essencial,retirar da minha vida tudo aquilo que serve apenas para estressar e me tirar preciosos minutos de felicidade.

Para começar ele sugere um exercício de desapego. Retirar do seu armário e doar tudo aquilo que você não usa e está ali entulhando, o famoso desapego. Mas é desapegar de verdade e não vender por quase o mesmo preço em um brechó!!!Fiz este exercício e me senti muito bem. Quantas coisas que simplesmente não usava mais e não conseguia  eliminar. Aos poucos, ele conclui que começaremos a fazer isto em todas as áreas da nossa vida, aprendendo a  dizer não, a não aceitar mais compromissos forçados, a abandonar velhos projetos que não nos levam a lugar algum para dar espaço a coisas novas em nossas vidas. Basicamente aprender que sua vida é um armário entulhado de coisas e que você (de verdade) não precisa de muitas delas para viver bem e feliz.

Ainda sou uma iniciante nesta arte de ser essencialista, mas estou gostando muito e indico para quem quer mudar e trilhar um novo caminho na vida!!

Ah e na lista das coisas não essenciais na minha vida deletei meu Facebook e me sinto leve, muito mais leve!!!

Quer experimentar?tumblr_lk4s8owQyn1qelwtmo1_500_large_large

Baixe o livro grátis aqui

%d blogueiros gostam disto: