Kramer Vs. Kramer

 

Hoje tive a oportunidade de rever Kramer Vs. Kramer, filme ganhador do Oscar de 1980 protagonizado por Dustin Hoffman e Meryl Streep. Aliás, este drama familiar  tirou a estatueta do épico Apocalypse Now de Frans Ford Coppolla, o que muitos críticos consideram um injustiça,acusando o filme dirigido por Robert Benton de ser um dramalhão cheio de clichês.

Não quero entrar no mérito do Oscar e sim falar do filme começando pela Sra Kramer. Podemos ver uma Meryl Streep linda, jovem, muito antes de o Diabo Veste Prada no papel de uma mãe que um dia resolve sair de casa deixando o filho pequeno aos cuidados do marido, um insensível publicitário que só pensa em trabalho. O filme começa com ela se despedindo do filho que ainda está dormindo. Quando o Sr. Kramer chega, ela simplesmente fala que vai embora e não vai levar o filho.

Dustin Hoffman é um publicitário  Workaholic muito preocupado com suas campanhas e pouco preocupado com o filho e a esposa. Lembrei de outro publicitário insensível que teve sua vida radicalmente mudada em Doce Novembro. Vocês lembram?

A partir daí começam as partes mais previsíveis do filme mostrando a adaptação de um pai que nunca foi presente na vida do filho e agora deverá rever seus conceitos. Quem assistiu A Procura da Felicidade com Will Smith vai logo identificar muita semelhança entre os filmes. em uma das cenas de Kramer, o personagem de Dustin Hoffman faz de tudo para conseguir um emprego e não perder a guarda do filho, muito parecido com o drama enfrentado por Smith.Embora o pai de A Procura da Felicidade tenha muito mais intimidade com o filho e com os afazeres domésticos, podemos ver nestes dois filmes, pais surpreendidos com o abandono repentino da mulher.

O filme dá algumas pistas em relação do porquê a Sra Kramer resolveu sair de casa. Em uma carta endereçada ao filho, ela escreve: ” Fui embora porque preciso achar algo interessante para fazer na vida”. Aí você começa a se voltar contra a personagem de Meryl. Afinal, o que pode ser mais interessante do que cuidar de uma coisinha fofa como o filho Bill? E estamos falando do começo da década de 80, quando divórcios não eram tão comuns e muito menos guardas compartilhadas.

Na cena do tribunal, a Sra Kramer diz que foi mãe de Bill durante mais de cinco anos, enquanto o marido é pai a apenas 18 meses. Mas esta ausência já foi compensada no coração dos espectadores do filme que a esta altura já se emocionaram com Dustin Hoffman  todo atrapalhado cuidando do filho no início e agora um pai exemplar que colocar a carreira em segundo plano.

Uma das cenas mais legais ( e mais tocantes para mim) é a aquela em que o pequeno Bill faz pirraça para comer um sorvete antes do jantar. A primeira sensação é de querer colocar   pirralhinho que tenta desafiar o pai de castigo. O personagens chegam a dizer que se odeiam. Mas logo depois fiquei desarmada ao ouvir o garotinho chorar sentindo falta da mãe e claro quase rola uma lagriminha ao ver pai e filho se reconciliando e dizendo um sonoro: ” Eu te amo”!

Apesar do tribunal ser a favor da mãe, o público já fez sua escolha mesmo depois de ver o garotinho correndo feliz para os braços da mãe após meses de abandono.  E o roteiro de Kramer Vs. Kramer parece com a edição do BBB em dia de paredão, todo parcial.

No final do filme, a repetição da cena de Hoffman  preparando um café para o filho, só que desta vez, um café perfeito, digno de um pai cuidadoso.

Enfim, Kramer Vs. Kramer não chegou a me arrancar lágrimas, mas conseguiu tocar meu coração.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sobre Uma Jornalista

Formada em Jornalismo pela PUC Minas em 2011.

Publicado em março 20, 2014, em Uncategorized e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: