E se fôssemos eternos?

Então vamos falar de eternidade, um desejo tão antigo quanto a própria existência humana. E não é só querer viver para sempre. Mas querer prolongar a existência das pessoas que amamos. A única  certeza que temos é que um dia nosso fim  baterá a porta. E as vezes isto é desesperador. Independente de religião, se temos uma ou não, se acreditamos em um céu onde encontraremos as pessoas que já se foram. Uma hora a gente para para pensar que aqui nada é permanente.

O cinema já mostrou este assunto em inúmeros filmes, mas dois me chamam atenção agora: O homem bicentenário e O Curioso Caso de Benjamin Button.

Em O Homem Bicentenário, Robin Williams dá vida a comovente história de um robô que queria ser gente. O motivo não poderia ser mais nobre, o amor. Afinal, ao se apaixonar por uma mulher de carne e osso, ele não poderia continuar com um coração de lata. A medida em que o robô vai se transformando em gente, situações que podem parecer corriqueiras como comer e engraçadas e meio nogentas  como soltar um pum passam a ser maravilhosas descobertas. Já no filme O Curioso caso de Benjamim Button, Brad Pitt nasce velho e morre jovem. Ele faz o caminho oposto dos outros humanos que com o passar dos anos vão perdendo a vitalidade. Envelhecer não é tarefa fácil.

Em ambos os filmes os protagonistas precisam lidar com um paradoxo: enquanto eles estão cada dia mais jovens  e fortes, as pessoas que amam vão envelhecendo e morrendo. A juventude passa a ser um fardo e não mais um presente.

Aí reside a grande questão. Não fomos feitos para durar eternamente. Temos sim nosso prazo de validade. O interessante é fazer esse meio tempo entre o começo e o fim o melhor possível para os outros e consequentemente para si mesmo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Publicado em março 22, 2013, em Uncategorized e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: