O Bebê de Rosemary- Parte II ( terríveis coincidências)

Bom dia!!!! Pessoas lindas que leem meu blog. Hoje posso falar bom dia porque estou de férias!!!!! Isso mesmo!!! A toa, sem nenhum compromisso com o relógio!!! Feliz da vida!!! Com tempo de sobra para escrever muitos posts!

Então vamos a segunda parte de O Bebê de Rosemary, desta vez falando sobre as terríveis coincidências desse filme. O diretor Roman Polanski na época era casado com a bela atriz Sharon Tate. Olhando as fotos da moça, você pode confirmar que ela era linda mesmo. Polanski e Tate formavam um casal bonito ( ele mais ou menos, né), famoso, e moderninho. Aliás, o diretor quando jovem tem a mesma cara do Messi, depois posto a comparação que achei na internet para vocês. Mas continuando, eles se casaram em janeiro de 1968, mesmo ano de estreia de O Bebê de Rosemary, filme mais famoso de Polanski. Parece que o diretor não era muito fiel a sua amada e dava umas puladinhas de cerca, pelo menos foi isso que eu li. Mas alguns falam que ele a amava muito. Vai saber né. O fato é que em 1969, Sharon Tate foi assassinada aos 26 anos,  grávida de 8 meses, em sua casa, juntamente com 4 pessoas, inclusive o ex noivo, em um ritual macabro praticado por seguidores de uma seita demoníaca liderada por Charles Manson.

Segundo Rubens Ewald Filho, foi com  este assassinato sem precedentes, antes ou depois, que se pode declarar o fim da era de paz e amor, surgida no ano anterior, por influência do Verão do Amor dos hippies (muito mais do que o show mostrado em Gimme Shelter dos Rolling Stones, ocorrido em Altamont, em dezembro de 69, quatro meses depois de Woodstock).

Ewald Filho afirma também que Charles Manson estava na verdade querendo se vingar do ex dono da casa alugada por  Polanski , que teria recusado lançar um disco com as composições do maníaco. Depois dos assassinatos, ninguém mais quis morar na casa, o que é perfeitamente compreensível.

Paul Richard Polanski então nunca chegou a nascer. E o fato do diretor de um filme que conta a história de uma mãe grávida do ” coisa ruim” ter tido seu próprio filho assassinado por seguidores de uma seita satânica é sim a mais terrível coincidência que o cinema já produziu.

Fonte: Blog do Rubens Ewald Filho ( http://noticias.r7.com/blogs/rubens-ewald-filho)

A linda Sharon Tate

Anúncios

Sobre Uma Jornalista

Formada em Jornalismo pela PUC Minas em 2011.

Publicado em janeiro 3, 2013, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: