Quanto vale ou é por quilo, o projeto da Vênus Platinada e o meu estômago

Quanto Vale ou é por Quilo (Brasil, 2005) foi uma sugestão de uma colega de estágio, Lilian Dias, que veio a ser tornar uma de minhas heroínas. Esta película mostra a hipocrisia, desvio de dinheiro e assistencialismo barato presentes em muitos projetos sociais brasileiros. Atualmente é chique fazer caridade, dá iboque e capa de revista. Socialites que não tem para fazer, criam projetos para aparecerem lindas nas capas da Caras. Empresas também entram nessa barca para fazer o seu marketing social de cada dia. E assim, o Brasil entra naquela de que para pobre, qualquer coisa serve. Bonequinhas, carrinhos, brinquedinhos para as criancinhas pobres. Computadores, muitos computadores na favela. É a tal da inclusão digital. E assim, crianças e adolescentes passam o dia todo jogando na internet.
A Vênus Platinada tem um projeto destes no Aglomerado da Serra. Sai de lá esta semana após um ano de amarguras e dor na consciência. Graças a Deus. Daqui a pouco vão começar a fazer lavagem cerebral na sua cabeça: “Doe R$ 5.00 e faça uma criancinha feliz”. Deixa de ser mal e doe o dinheiro seu pão duro insensível”!
Meu estômago continua doendo, sem solução a vista. Voltei ao Posto e consegui uma consulta para dia 10 de agosto! No Brasil, você vale o quanto tem na conta bancária. E a minha anda zerada…

Anúncios

Sobre Uma Jornalista

Formada em Jornalismo pela PUC Minas em 2011.

Publicado em julho 14, 2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: